segunda-feira, 21 de maio de 2007

Represas. Luís Represas

Eu quero marcar um Z dentro do teu decote
Ser o teu Zorro de espada e capote
P'ra te salvar à beirinha do fim
Depois, num volte face vestir os calções
Acreditar de novo nos papões
E adormecer contigo ao pé de mim
Eu quero ser para ti a camisola dez
Ter o Benfica todo nos meus pés
Marcar um ponto na tua atenção
Se assim faltar a festa na tua bancada
Eu faço a minha última jogada
E marco um golo com a minha mão
Eu quero passar contigo de braço dado
E a rua toda de olho arregalado
A perguntar como é que consegui
Eu puxo da humildade da minha pessoa
Digo da forma que menos magoa
"Foi fácil. Ela é que pediu!"


Apetece-me ver este senhor ao vivo... Consta que vai actuar num festival lá para Julho.

Senhores do Instituto Superior Técnico, por favor, não me marquem exames para ali, sim? É que se não, lá vou ter eu que pedir mais não sei quantas serenatas ao GSFMH... Não é que seja mau, mas epá, eles têm mais que fazer.. ou se calhar não.
Enfim.

4 comentários:

Pedro Henrique Aparício disse...

Estou certo que a Cristina Branco se lembrou de vocês...

Lisboa De Paixoes

Lisboa
Terra de todos e ninguém.
A que Deus deu o encanto.
A ti, cidade ninguém
Nua de mim em pranto
És luz divina de sol
E triste...
Tão triste de vento.

Mas é assim Lisboa, doída de choro
Que encaminho a alma do meu fado
Em direcção aos becos do teu corpo.

Não és minha, não, Lisboa
És de Deus e Além,
Do mar e Universo.

Lisboa.
Já te escreveram de paixões
Corpos ardendo... por ti!
E eu que já te cantei em versos sonhados!

Mas é assim Lisboa.....

Sofia Paixão disse...

Corpos ardendo por ti?? Elah isso está complexo... Nós somos uma familia séria! Não temos culpa do efeito que provocamos! LOL

Pedro Henrique Aparício disse...

OH Fifi...

Que ninguém duvide da vossa Santidade e Pureza casta!

É como dizem os nuetros Hermanos "Las Brujas no las Creo, pero que las hay - hay!"

Beijos

Isabel Paixão disse...

Padrinho, és a desgraça! =D Beijinhos