sexta-feira, 25 de maio de 2007

Para me conheceres melhor...

Gosto de dias de sol. De passear descalça na praia. Sentir a areia nos pés e ouvir o barulho das ondas. Não gosto de chuva. Molha a roupa, que se cola ao corpo. Os dias são cinzentos. Irrita-me andar de chapéu de chuva. Objecto estúpido.
Gosto de música. Tenho tendência a associar certas músicas a ocasiões. A pessoas. O meu mais recente CD é o novo álbum dos Linkin Park, Minutes to Midnight. A música que mais gosto, Shadow of the Day. A letra está no post anterior.
A minha cantora preferida é a Mafalda Veiga. Já a vi ao vivo e é brilhante. Humilde. A minha música preferida é a Cúmplices. Tenho o CD ao vivo no Coliseu no carro, e de vez em quando ponho a tocar. Só a faixa 8. Só a Cúmplices. Mexe comigo. Acho que me resume. Pode-se resumir uma pessoa a uma música? A melodia, a letra, tão simples. Gosto do som de uma viola. Gosto de ouvir tocar...
Gosto de chocolate. Eu sou o chocolate neste blog. É um vício, à parte do café é o único que mantenho. Deixei de fumar há já muitos anos, de livre vontade, porque o rapaz de quem eu gostava queria que o fizesse, e porque de cada vez que nadava 25metros ficava sem fôlego. E sinto-me bem assim. Há já algum tempo que não nado. Pelo menos grandes distâncias. Os mergulhos na minha piscina não contam. E eu até gosto de nadar.
Gosto de cinema. Filme preferido, é díficil. O Love Actually é um deles. Porque o vi com alguém especial. E porque gostava que me fizessem uma declaração como aquela que o rapaz faz à Keira Knightley. Sou um pouco romântica, mas sem exageros. Confesso que a declaração é linda, mas uma música dedicada pelos amigos do GSFMH também é. O Feitiço, se puder escolher. Ou A Tua Voz. Porque gosto de te ouvir tocar. E sorrir.
Gosto de futebol. Minto, gosto muito de futebol. Maluca mesmo, daquelas pessoas que ficam de mau humor quando o clube perde. Há tanto tempo que não vou ao estádio... Que saudades...
Gosto de dormir. Gosto de imperial. Gosto de rir. Até às lágrimas. E de abraços fortes. Gosto que me beijem o pescoço. E que me levem pela mão. Não gosto que me julguem quando não me conhecem. E eu sou tão fácil de conhecer.
Gosto do Técnico. E dos amigos que tenho. Gosto da minha melhor amiga Isabel, que me atura tudo e mais alguma coisa. Tento estar presente sempre... eles faziam o mesmo por mim.
Não tenho sorte ao amor. Ao jogo até tenho alguma. Mas tem dias.
Normalmente sou bem disposta. Mas tenho os meus dias não. A cor preferida é o azul e o preto. Adoro preto. Em tudo. Fica bem a toda a gente. E a mim. Não gosto de me sentir sozinha... mas acontece muitas vezes. Será normal uma pessoa sentir-se sozinha no meio de muita gente? A mim acontece...
Gosto de cantar, na tuna, no duche, no Karaoke do Palpita-me aos sábados. Gosto de sorrisos. E olhares ternos. Não gosto quando a minha irmã me gasta o saldo do telemóvel. Gosto que me telefonem, só para me dizer olá.
Gosto de elogios... mas não reago bem. Fico muito corada, sem saber o que dizer. Gosto de ser reconhecida pelo que faço bem, e de ser criticada construtivamente pelo que faço menos bem. Reago melhor a criticas que a elogios.
Sou uma pessoa complicada. De extremos. Dificil de acompanhar... Um dia sou uma coisa, no outro posso querer ser diferente. Porque mudo conforme a situação. Adapto-me. Deprimo-me. Alegro-me. Farto-me de chorar por tudo e por nada. E de rir... muito.
Mas, ao fim ao cabo, acho que valho bem a pena...

A ti.

7 comentários:

Anónimo disse...

Arranja um namorado!! =P

Isabel Paixão disse...

Obrigada anónimo.

André disse...

Adoro-te!! Com exagero!! Momentos bons que temos...que deixam saudades na tua ausência...
Saudades mais fortes por te querer conhecer melhor...e dedicar serenatas...e sorrir...e receber sorrisos teus...
Considero que o anónimo tem uma certa razão...mas não me pronuncio sobre tal...:P
beijinhos
PS: próximos comments em episódios posteriores..em directo...sabem sempre melhor..mesmo para pessoas que coram..:P

Isabel Paixão disse...

Como vês anónimo, sou perfeitamente capaz de tratar da minha vida sentimental sozinha.

André.
Sem palavras. Só sorrisos.
Um beijo

rui disse...

deixem-se lá destas lamechices que só vos fica mal :p
há e não concordo contigo na parte em que não gostas que a tua irma te gaste o saldo todo... hehe
beijinhos

Pedro Henrique Aparício disse...

Anda praí passarinho verde :D

Hás coisas que acontecem, mesmo num simples e singelo sorriso ;)

Isabel Paixão disse...

Rui
Pois, acredito que não concordes... principalmente se esse dinheiro gasto for para telefonar a ti não é? Bah, still my money! =p

Padrinho
Passarinhos verdes? Então meu? Sou benfiquista! Muda lá a cor dos passáros faxavor, senão a gente não se entende =p