terça-feira, 17 de abril de 2007

Matança na Universidade

"Na manhã de ontem Cho Seung-Hui, 23 anos, entrou na Universidade de Virginia Tech, onde estava a terminar uma licenciatura em Inglês... Poucas horas depois, a polícia encontrou o seu corpo entre os de outras 32 pessoas. Matou-as a tiro, antes de se suicidar, sem que se conheça ainda o que o motivou...
O primeiro ataque ocorreu às 07h15 (12h15 em Lisboa) de ontem, numa das residências do campus. Segundo as informações disponíveis, dois alunos foram mortos neste local.

A polícia foi chamada ao local mas não terá conseguido localizar o agressor e duas horas depois do primeiro alerta foram registados novos disparos, desta vez no Norris Hall, onde funciona o departamento de ciência e engenharia. As vítimas mortais, a maioria estudantes, foram encontradas em quatro salas de aula e nas escadarias do edifício..."

in Jornal Público

Esta Universidade possui variadíssimos cursos, de todas as áreas, línguas, humanidades, engenharia, matemática, física, medicina veterinária, psicologia, geografia, entre muitos outros.

Morreram 32 pessoas, e o próprio. O suicidio é um acto de cobardia, de loucura. Mas louco já ele estava. Miudos novos, com a vida inteira à frente, que por não terem ficado na cama e baldarem-se às aulas, acabaram por perder a vida.

Não consigo entender as razões que os americanos têm para o porte de armas. Sinceramente que não consigo. É simplesmente estar a "chamar sarilhos". Depois dá nisto. Tanta liberdade, tantos direitos, tanta treta, são sempre os melhores mas são os mais selvagens de todos! De todos!

E já agora, se houver por aí malta que ao acordar de manhã está com disposição de desatar aos tiros à malta das engenharias, amigos, a malta é um bocadinho estranha, mas hey, somos todos boas pessoas sim? Masoquistas, mas boas pessoas!

1 comentário:

Tiago Manso disse...

Dramático, eu por acaso já tive a oportunidade de falar com pessoas da Virginia (através do RealGM), que inclusive perderam amigos...e o sentimento é devastador...

Num pais onde eu posso comprar uma AK-47, ou uma metralhadora daquelas dos helicópteros, apresentando apenas a carta de condução (eles não têm propriamente um BI), e um cadastro limpo, tudo é possivel. Enquanto não mudar a legislação, o que é quase impossível, por diversos motivos que não interessa agora estar a referi-los, estas desgraças vão continuar.