quinta-feira, 24 de agosto de 2006

Porque é que eu chumbei a Programação...

Se mexer, pertence à Biologia; se cheirar mal, pertence à Química; se não funcionar, pertence à Física; se ninguém entende, é Matemática; se não faz sentido, é Economia ou Psicologia; se não mexe, não cheira, não funciona, ninguém entende e não faz sentido, é Informática.....

3 comentários:

Netwalker disse...

Qual seria a origem do termo "chumbar" associado ao ensino?
Alguem que deu chunbo na cabeça ou num pé quando soube dos exames negativos?...
Alguem que foi caçar rolas porque falhou nos testes?...
Porque o peso especifico do Chumbo esteja relacionado com o peso da consciencia quando não se atinge a positiva?...

Isabel Paixão disse...

Não faço ideia.. Mas quando chumbar a programação outra vez este semestre eu faço uma análise do termo e suas implicações filosofico-sociológicas na minha vida pessoal e académica. Estou convencida que irei revolucionar o mundo com a minha descoberta e abrir novos caminhos a todos aqueles que anseiam chumbar a qualquer coisa.

Sofia Paixão disse...

Um quilo de chumbo é igual a um quilo de algodão!

Tenho jeitinho! Devia ter ido po Técnico!